Categorias
Artigos Mente e Criatividade

Como trabalha um consultor?

Como um consultor trabalha? Você não sabe? Deixa eu te contar!

O Consultor trabalha com três princípios normalmente: diagnóstico + análise + sugestão de ação. O trabalho deste profissional é um trabalho vivo, orgânico. Ele muda ao longo do tempo e durante o tempo de vida da empresa. O trabalho de um consultor de cinco anos atrás será diferente hoje, pois acima de tudo o consultor precisa estar alinhado com o mercado. Logo, nesse tempo a empresa mudou e também o mercado.

Nas vezes trabalho com consultoria, há dois tipos de clientes, aqueles que querem que você vá até o plano de ação e há aqueles que querem que você acompanhe a implementação deste plano. Já houveram alguns casos em que o cliente quer apenas o diagnóstico, a análise e sugestões de aplicação, mas normalmente estes casos não são muito comuns.

É importante saber que o consultor não irá realizar a atividade fim do seu negócio, nem da sua vida, por isso o papel dele é de dar “consulta” sobre a situação. Cada consultor é especialista em uma área específica. Você tem que cuidar exatamente com isso. Como cada um se especializa em um determinado conhecimento, até poderá dar dicas sobre outras áreas, mas o ideal é sempre consultar um especialista no assunto que você tem dificuldade.

Há empresas que são especialistas em consultoria mais generalista, ou mais focadas na administração, e terão parceiros ou até mesmo outras empresas com foco especialista em seu portfólio. Há consultores financeiros, de moda, estilo, de comunicação, de recursos humanos, de marketing, e das outras áreas de especialidade do mercado.

Eu trabalho com três áreas, trabalhando sempre elas de forma relacionada, que são a comunicação, a criatividade e a espiritualidade. Trabalhando elas sempre com princípios de mapeamento de processos, indicadores, politica da qualidade e outras ferramentas da gestão, até porque o cliente sempre quer resultados, e você sabe, só se gerencia aquilo que se mede, e para todas as coisas precisamos criar formas de medição.

Certo? Um abraço família!